Degustação especial no Dia dos Namorados

Dia dos Namorados: nada de restaurante cheio e atendimento ruim. Apenas quatro casais de amigos, ambiente aconchegante, conversa boa, vinhos e comida extraordinários. Foi assim que resolvemos comemorar a data, no último sábado. Os amigos abriram as portas de casa e fizemos uma farra memorável – inclusive com “ataques coordenados” à adega dos anfitriões.

Entre os vinhos degustados na noite:

Bouchard Père et Fils Le Chardonnay de Chardonnay – 2008

Este rótulo vem de uma antiga vila chamada Chardonnay, na Borgonha, França, de onde se origina o nome da uva branca Chardonnay. Provar este vinho para mim significou uma experiência incrível, pois a Chardonnay é considerada a principal cepa branca do mundo, e ele veio exatamente de seu “berço”.

O produtor, Bouchard Père et Fils, tem mais de cem anos de história e é um dos maiores proprietários de premier crus da subregião de Beaune.

Vale lembrar que este vinho foi trazido diretamente da França, presente de uma grande amiga, a editora da revista Mon Quartier, Naide Nóbrega.

Sua coloração é amarelo clara, límpida e transparente, com reflexos dourados. Traz ao nariz notas florais, mescladas com maçã verde. É muito refrescante na boca, com bom equilíbrio e acidez, revelando caráter levemente cítrico, com notas amanteigadas.

Classificação: Muito bom/excelente.

DV Catena Cabernet Sauvignon/Malbec – 2006

Já este argentino produzido em Mendoza chegou à nossa comemoração através das mãos do colega Lula Moura, um dos participantes da noite. É um vinho elaborado pela renomada Bodega Catena Zapata, que leva em sua composição as castas Cabernet Sauvignon e Malbec, em proporções iguais.

O vinho estagiou 16 meses em barricas de carvalho francês e americano. Tem cor rubi com reflexos violáceos e já mostra um halo de evolução. É um vinho que ainda pode ser guardado por mais alguns anos, mas também já pode ser bebido com prazer.

Tem boa intensidade de aromas, revelando frutos escuros maduros, como ameixa e amoras, além de especiarias e baunilha. Mostra elegância na boca, com taninos redondos e as mesmas impressões da boca, acrescentando-se notas tostadas. Final longo e agradável.

Classificação: Muito bom/excelente

Quinta da Bacalhôa – 2006

O próximo vinho foi este tradicional português, com classificação de Vinho Regional Terras do Sado, produzido pela Bacalhôa Vinhos de Portugal. Tem em sua composição as uvas Cabernet Sauvignon (90%) e Merlot (10%) e passou por 14 meses em barricas de carvalho, com mais 12 meses em garrafa.

A coloração é rubi com traços violáceos, com aromas de ameixa, tostado, além de especiarias. É um vinho encorpado, com mais frutas vermelhas, leve toque mineral e especiarias. Os taninos são vívidos e elegantes e o final bastante persistente. A graduação alcoólica é de 14,2%.

Classificação: Muito bom

Carmen Reserve Cabernet Sauvignon – 2005

Este “vinhaço” é produzido pela Viña Carmen e tem origem no Vale Del Maipo, no Chile. Levou 90 pontos da revista Wine Spectator.

A Viña Carmen é a mais antiga e uma das mais tradicionais vinícolas chilenas, fundada em 1850.

Sua cor é rubi brilhante, com aromas complexos que incluem frutas vermelhas, como morangos e amoras, além de tostado e chocolate. Muito elegante na boca, mostra bom corpo e estrutura, além delicioso sabor de frutas vermelhas, café, chocolate – tudo em equilíbrio com a madeira. Excelente persistência.

Classificação: Excelente

Piccini Brunello di Montalcino Villa Al Cortile – 2004

Vinho da Toscana, produzido na região de origem controlada e garantida (DOCG) de Brunello di Montalcino pela vinícola Piccini. Este foi um outro extraordinário vinho da noite. A bebida envelheceu 20 meses em carvalho, além de passar mais seis meses na garrafa. Seu teor alcoólico é de 13,5% e a uva usada é a Sangiovese Groso.

De coloração granada, bastante escura e fechada, este vinho traz aromas de frutas vermelhas como ameixa, além de pimentão, couro e estrebaria. É macio na boca, com elegantes taninos e leve frutado. Indiscutivelmente um ótimo vinho para acompanhar refeições, como carnes vermelhas, de caça e queijos maturados.

Classificação: Excelente

Em nome de todos os participantes, agradeço ao casal CH e Rafinha por nos receber tão bem e proporcionar esta noite tão agradável. Nota dez!

You Might Also Like

2 Replies to “Degustação especial no Dia dos Namorados”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *